A Comissão Nacional de Eleições (CNE) ordenou ao presidente da Câmara de Santo Tirso, o socialista Joaquim Couto, que se abstenha de prestar declarações sobre obras futuras a realizar pela autarquia, sob pena de incorrer num crime de desobediência.

A deliberação da CNE a que a Lusa teve hoje acesso, datada de 26 de setembro, surge após uma queixa apresentada pelo PPM/PSD relativa a declarações prestadas pelo autarca e recandidato pelo PS, bem como sobre cartazes expostos no concelho.

A CNE ordena a Joaquim Couto que “se abstenha de, no futuro e até ao final do período eleitoral, de prestar declarações sobre obras futuras a realizar pela Câmara Municipal de Santo Tirso, sob pena de incorrer num crime de desobediência”.

A CNE também refere que devem ser retirados, no prazo de 24 horas, os ‘outdoors’ que foram alvo de crítica por parte dos sociais-democratas.

Em comunicado a candidatura da coligação PSD/CDS-PP encabeçada por Andreia Neto, que é oposição à de Joaquim Couto pelo PS, refere que esta deliberação da CNE mostra que “o senhor presidente da Câmara não cumpre, como lhe é exigido, os deveres de neutralidade a que está vinculado”.

A agência Lusa contactou Joaquim Couto que não quis comentar.

São candidatos em Santo Tirso, distrito do Porto, Joaquim Couto (PS), Andreia Neto (PSD/CDS-PP), Maria Augusta Carvalho pela CDU e Henrique Pinheiro Machado como independente.

As eleições autárquicas realizam-se no domingo, dia 01 de outubro.

A banda britânica The Stranglers atua em Santo Tirso a 10 de julho nas Festas de S. Bento, cujo cartaz também conta com os D.A.M.A., Mia Rose, Ecos da Cave e Gisela João.

As Festas de S. Bento têm início a 6 de julho, prolongando-se até dia 11 do mesmo mês, dia de feriado municipal em Santo Tirso, distrito do Porto.

Pela primeira vez o programa conta o nome de um artista internacional”, refere câmara local, destacando a presença do grupo inglês The Stranglers conhecido por temas como “Always the Sun”, “Golden Brown” e “No More Heroes”.

O cartaz dos concertos fica completo com as atuações de Sylvia e 4 Men’s, no dia 7 de julho, enquanto no dia 8 atuam os D.A.M.A. e a portuguesa Mia Rose, sendo que no dia 11 de julho a fadista Gisela João encerra as Festas de S. Bento.

A Plotterzone, fundada em 2008, é uma empresa da área da impressão que comercializa, distribui e garante suporte técnico de equipamentos de grande formato. Esta empresa, com sede em Leça da Palmeira, procura agora a estreia na área têxtil e de vestuário através do apoio de fundos comunitários. O investimento resultará numa nova fábrica de produção em Santo Tirso, com a criação de mais postos de trabalho na região.

Num ano, a circulação do Alfa Pendular na linha Lisboa/Guimarães e do intercidades aumentou o fluxo de passageiros com entrada ou saída em Santo Tirso em 37 por cento.

Desde 1 de maio de 2016 até 30 de abril de 2017, o fluxo de passageiros com entradas ou saídas na estação de Santo Tirso aumentou 37 por cento, face ao período homólogo do ano anterior. Os dados são fornecidos pelas pela CP-Comboios de Portugal, numa altura em que a ligação Lisboa/Guimarães e Guimarães/Lisboa assinalou um ano de existência.

O Alfa Pendular sai da estação de Santa Apolónia, todos os dias, às 8h00, com paragem em Santo Tirso pelas 11h30, e chega a Guimarães às 11h53. No sentido inverso, parte de Guimarães às 16h55, para em Santo Tirso às 17h19 e chega a Lisboa, Santa Apolónia, às 20h40.

Relativamente aos preços dos bilhetes, uma viagem entre Lisboa e Santo Tirso custa 45,50 euros em classe, conforto e 31,80 euros em classe turística. Se forem adquiridos uma semana antes, podem ficar por 27,50 euros (conforto) e 19,50 (turística).

A Câmara de Santo Tirso, distrito do Porto, garante que o investimento é “integralmente suportado pelo vencedor do concurso, no âmbito do contrato, que pode ter a duração máxima de 12 anos”.

Ao longo deste período, indica a câmara, “a empresa recuperará o investimento inicial por via da redução, estimada em mais de 60%, dos consumos energéticos”.

Segundo a autarquia, o procedimento foi aprovado por unanimidade em reunião camarária.

Em 2016 foram substituídas em Santo Tirso 2.400 lâmpadas convencionais por tecnologia LED.

A autarquia estima ter alcançado uma poupança de cerca de 190 mil euros por ano com esta medida.

Estas medidas visam reduzir a fatura energética municipal com a iluminação pública, bem como a redução dos efeitos de estufa provocados pela emissão de dióxido de carbono.

Os resultados tornados públicos no estudo desenvolvido pela “Bloom Consulting”, empresa especializada na elaboração de rankings, vêm confirmar que Santo Tirso está no bom caminho no que diz respeito à sua estratégia promocional. O Município assume, entre os 86 municípios da zona norte do país, o 18º lugar no “Portugal City Brand Ranking”, estudo que mede anualmente o impacto da marca de todos os concelhos portugueses em matéria de estratégia de promoção territorial, nas áreas de Turismo (Visitar), Investimento e Exportações (Negócios) e Talento (Viver).

Já a nível nacional, Santo Tirso ocupa, entre os 308 Municípios portugueses, a 52.ª posição, tendo subido oito lugares relativamente ao ano de 2016.

O “ranking” da “Bloom Consulting” leva ainda em conta o trabalho desenvolvido pelos Municípios no que respeita à atração de turistas e aumento das exportações, duas áreas em que Santo Tirso tem vindo, paulatinamente, a dar cartas.

O primeiro, alavancado em iniciativas e eventos de grande dimensão, nomeadamente as Festas S. Bento e o Mercado Nazareno, e no Museu Internacional de Escultura Contemporânea, que já recebeu cerca de 14 mil visitantes desde que foi inaugurado. E o segundo, por força da capacidade de internacionalização das empresas do concelho, que atingiram em 2016 um volume de exportações de 535 milhões de euros.