joaquimcouto_psO presidente da câmara de Santo Tirso, Joaquim Couto, considerou esta terça-feira que a intenção do Governo de passar o hospital desta localidade para a alçada da Misericórdia está a criar “instabilidade interna” porque “ninguém sabe o que vai acontecer”. “Se a situação está a evoluir, a câmara continua sem informação e sem ser integrada no processo. O hospital também está a passar por instabilidade interna porque se fala publicamente desta passagem e os recursos humanos estão na expectativa de ver o que vai acontecer”, disse o autarca. O hospital de Santo Tirso integra o Centro Hospitalar do Médio Ave (CHMA), juntamente com a unidade de Famalicão, e a 16 de dezembro do ano passado foi anunciada a sua passagem para a alçada da Santa Casa de Misericórdia, um processo que ainda não foi concluído e sobre o qual a câmara local sempre mostrou “reservas”. Hoje, o autarca reuniu com o conselho de administração do CHMA e, em declarações à agência Lusa, referiu que “se estava preocupado”, ficou “ainda mais preocupado”.

PartilheShare on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0Share on Tumblr0