rotunda_largoO presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Joaquim Couto, visitou esta terça-feira a obra de requalificação da Praça Camilo Castelo Branco. Já em marcha, a remodelação prevê a construção de uma rotunda, que vai permitir uma melhor circulação do trânsito e eliminar os constrangimentos na circulação rodoviária.

Uma nova rotunda para melhorar o tráfego e desobstruir a circulação rodoviária à entrada da cidade. Esse é o objetivo das obras de requalificação da Praça Camilo Castelo Branco, visitadas esta terça-feira pelo presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Joaquim Couto.

“É uma obra que se prende com a requalificação urbana que a cidade atravessa, e essencial para melhorar a circulação automóvel nesta centralidade do município. A expectativa que temos é que esta Praça tenha uma reformulação do tráfego e de reconfiguração da entrada da cidade, que é um local muito importante, e que ao mesmo tempo será contemplada pela requalificação do prédio aqui ao lado”, explicou aos jornalistas.

O projeto, orçado em cerca de 800 mil euros, prevê ainda o alargamento de passeios e a criação de percursos pedonais e cicláveis, bem como a redefinição das áreas de estacionamento. O prazo de conclusão da obra está previsto para final de março do próximo ano.

Para Joaquim Couto, este é um projeto “emblemático” por ser “muito necessário e desejado e porventura o mais importante atualmente na cidade”.
O presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso aproveitou ainda a ocasião para esclarecer que a rotunda – que é parte de um projeto que junta arranjo de vias, mantendo-se o duplo sentido, criação de espaços para peões e bicicletas e espaço ajardinado – também será conciliada com as esculturas existentes no local, cuja autoria é do escultor Alberto Carneiro.

PartilheShare on Facebook7Tweet about this on TwitterShare on Google+0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0Share on Tumblr0