A Câmara de Santo Tirso, distrito do Porto, garante que o investimento é “integralmente suportado pelo vencedor do concurso, no âmbito do contrato, que pode ter a duração máxima de 12 anos”.

Ao longo deste período, indica a câmara, “a empresa recuperará o investimento inicial por via da redução, estimada em mais de 60%, dos consumos energéticos”.

Segundo a autarquia, o procedimento foi aprovado por unanimidade em reunião camarária.

Em 2016 foram substituídas em Santo Tirso 2.400 lâmpadas convencionais por tecnologia LED.

A autarquia estima ter alcançado uma poupança de cerca de 190 mil euros por ano com esta medida.

Estas medidas visam reduzir a fatura energética municipal com a iluminação pública, bem como a redução dos efeitos de estufa provocados pela emissão de dióxido de carbono.

PartilheShare on Facebook5Tweet about this on TwitterShare on Google+0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0Share on Tumblr0