aguaxcAs Câmaras da Trofa e de Santo Tirso dizem não ter ficado surpreendidas com o relatório do Tribunal de Contas sobre o setor das Águas que diz haver “desequilíbrio” na concessão nestes municípios e querem dialogar com a concessionária.

Em declarações à Lusa, o presidente da autarquia da Trofa, Sérgio Humberto afirmou que o contrato de águas com a INDAQUA Santo Tirso/Trofa, S.A. (concessionária) é “altamente penoso” para o município ao qual preside, enquanto o presidente da Câmara de Santo Tirso, Joaquim Couto disse “não estar surpreendido” pois as questões constantes do relatório tinham sido alvo de “discussão interna”.

Ambos os autarcas reagiam à notícia de que uma auditoria do Tribunal de Contas (TdC) às parcerias público-privadas no setor das Águas considerou que a concessão nos municípios de Santo Tirso e da Trofa tem uma “matriz de risco desequilibrada” por ser “altamente penalizadora” para estas autarquias.